Browsing Category:

Poema

escre(VENDO) Poema

A vida acontece, você querendo ou não

julho 12, 2017

A vida acontece, por nossas escolhas, pelas escolhas dos outros ou por talvez nunca escolher Se pensar nela como um rio, não se pode nunca voltar atrás Se pensar nela como estrada, há sempre de se escolher nas encruzilhadas Se pensar nela como o céu, há de voar sem limites Dizem por aí que a vida acontece como deve acontecer Que o que aparece na nossa frente é exatamente o que precisamos A vida acontece, você querendo ou não E de repente ela passou…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

Tudo vai ficar bem

junho 21, 2017

Menina, sai pra ver o mundo Não se deixe enganar, o sol tá brilhando mais uma vez Existe um universo de coisas lindas embaixo de toda essa dor Não se deixe enganar por si própria, você é capaz Lembra daqueles sonhos bem escondidos aí dentro, você é cheia de sonhos Não deixe-se sabotar Vá à luta, menina bonita, não desista de você Tem tanta gente que te ama, mas você se esqueceu Lembre-se, lembre-se dos tantos corações conectados ao seu…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

in(decisão)

Fevereiro 23, 2016

sim, ela mata! então, melhor decidir errado do que viver na indecisão se decide errado, volta atrás se nada decide, para no tempo há um grande conflito interno talvez o errado traga algumas dores mas quem há de saber o certo? em cima do muro, nada se sabe se suporta essa dor, que a tenha quem sabe se o que realmente importa só é sabido quando se decide? quem sabe?  …

Continue Reading

Páginas: 1 2

escre(VENDO) Poema

{ 2 semanas sobre } Desquero

outubro 30, 2015

É o querer e o não querer O desespero em deixar de querer E a esperança que vem toda noite visitar É o não saber se é ou se ainda vai ser Ou então, se nunca será É querer saber do futuro e esquecer de viver o aqui Aquele pensar que salta sem pretensão E que por vezes, estraga um dia alegre É toda essa indecisão que me faz em pedaços Não quero mais essa paixão pra mim e se…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

{ 2 semanas sobre } Ah se soubesse!

outubro 28, 2015

Eu não entendo o por quê Já gostei e quis por tantos motivos concretos Mas com você, sei lá Eu resolvi gostar Não sei quando, nem por quê Não sei se foram os olhos que escondem tanto mistério Se é a voz tão calada Só sei que gosto e gosto todo dia E é tanta coisa que nem cabe num gostar Que é querer estar, fazer sonhar É querer encher de sorrisos Ah! Se soubesse o efeito que produz em…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

{ 2 semanas sobre } Como sempre foi

outubro 26, 2015

Já nem sei mais se sim ou se não E agora tanto faz O momento em que o coração deixou de se importar Aquele velho nó na garganta continua e insiste querer fazer chorar Reuni todas as forças pra dizer repetidamente pra mim: não mais! Hoje não, amanhã também não Não mais você Deixa pra outra hora, deixa pro talvez, deixa pra memória Fica assim, só entre nós Ou talvez só em mim, como sempre foi { 2 semanas sobre…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

{ 2 semanas sobre } Do seu lado

outubro 23, 2015

Não sei porque me olha assim Me faz querer viver pra sempre de novo E de novo, mais uma vez, amor Te quero agora, te quero hoje Pra quê esperar no que vai dar? Eu só quero cantar até o dia nascer Do seu lado Não sei porque calar assim Tanta vontade de viver em paz, em par Fazer sorrir, ser melodia doce Deixar pra trás, os nossos ais Viver o hoje sem saber Como é que vai amanhecer Do…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

{ 2 semanas sobre } Ficar

outubro 22, 2015

O que era querer, vira desquerer E o desejo vira pó. Como pode, amor? Como pó de amor Um ensejo procura ser, procura ter Quer se espalhar, tomar conta do ser Não deixar ir, ficar, dilacerar    { 2 semanas sobre paixões | todo dia um poema }…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

{ 2 semanas sobre } Moço

outubro 21, 2015

Moço, olha aqui Não desvia esse olhar! Me olha com gosto, quero num olhar invadir sua alma e decifrar seus sonhos. Mas me invada também, quero os seus olhos nos meus e sua boca em meu corpo Quero te beijar devagar, sentir teu gosto outra vez, ouvir a respiração e encostar no seu peito Olhar esse sorriso de perto e me perder no seu olhar, ter a paz de que aí existe verdade Quero suas mãos, seus sorrisos, seus olhos,…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

(2 semanas sobre} Tem vez

outubro 20, 2015

Tem vez que os olhos se cruzam Que saem faíscas das mãos quando se esbarram Tem vez que o olhar é solitário Que as mãos nem chegam perto de se esbarrarem Tem vez que o papo flui levemente E que a risada é solta Tem vez que o papo é monólogo E que o riso não faz parte do roteiro Tem vez que o querer é grande E que o encontro super estimado Tem vez que o querer não é…

Continue Reading