Browsing Category:

Poema

escre(VENDO) Poema

{2 semanas sobre} Vontade

outubro 19, 2015

Vi de longe aquele sorriso Cheguei pedindo um abraço de saudade Mas me contive Um beijo na bochecha É suficiente Caminhando entre muitos Desejando só um Calma garota Não vá estragar tudo Mas que tudo? Tudo é muito forte pra quem não tem nada Guarda o coração Só desperte o amor quando ele a quiser É a voz Os olhos que dizem tanto E a boca que quase não fala É a sua, a minha interpretação de mundo Minha vontade,…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

insônia

setembro 11, 2015

E essa noite foi assim. Deitei à 1h e fui conseguir dormir era quase 4h da manhã. Faz parte dos muitos pensamentos que nos inquietam às vezes, não é? Nessa dança até o Bigode, o gato entrou. Então, resolvi fazer algo produtivo ao invés de ficar na cama enlouquecendo. Resolvi escrever algumas das palavras que estavam na minha cabeça e hoje escrevi algo usando essas palavras. Foi uma boa experiência, gostosinho de fazer. Quem sabe na sua próxima insônia você…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

Me desculpe

agosto 24, 2015

Me desculpe por não ser quem você queria que eu fosse Eu felizmente resolvi pensar diferente a vida E resolvi buscar além do que me ensinou Resolvi viver e conviver com outras ideias e juntar o melhor de cada uma em mim Me desculpe por não suprir suas expectativas Eu decidi fazer o que amo Decidi dar espaço para pontos de vistas diferentes e um tanto perturbadores Entendi que só assim poderia viver minha vida de maneira significativa Me desculpe…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

Sonhei

agosto 6, 2015

Sonhei e logo quis contar Antes que caia no esquecimento, falei Doce coração, sei que o esconde por aí Palavras duras são parte da fantasia que escolheu pra si Te enxergo a alma Se não te encontro Ao menos nos sonhos é real Tão real que lembra das nossas conversas de elevador São as mãos que se esbarram Pensamentos que não querem calar Por instantes lê os sinais Os olhos se conectam num misto de vontade e falta de coragem…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

Sinceridades

agosto 4, 2015

Sinceramente? Você não me quer Você quer a sensação de liberdade em estar comigo Você não me quer pra estar ao seu lado Você queria ser quem eu decidi ser E que por falta de coragem e de perder o chão, você não decide! Sinceramente? Não quero ser quem não sonha junto Não quero ser quem caminha sem mãos dadas Muito menos ser o ideal de liberdade de alguém Não quero ser sua válvula de escape Nem a pessoa que…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

SP

julho 7, 2015

A cidade me inspira Uma ou duas vezes por semana Me enlouquece se vejo todo dia As pessoas correm caminhando Se olham e não se enxergam Se enxergam mas não veem Não veem porque olhando pro outro se vê a si mesmo Alguns caminham com pressa Outros caminham com medo E raros caminham sonhando Ninguém mais se encontra no outro O que se encontra são olhares Mãos e ombros que se esbarram Que já nem produzem arrepios Somente indiferença Se…

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

A paixão

julho 6, 2015

sei lá mas me matou sabe aquela paixão de metrô? contigo foi paixão de algumas horas torcia pra aquela conversa não acabar entre tantas questões, nascia mais uma e só queria que não fosse respondida de fato não importava era a voz, as mãos, a risada solta e o papo que se perdia não pude evitar de reparar nos detalhes muito menos pude evitar que a paixão me cercasse sua voz me persegue até hoje até nos sonhos não me…

Continue Reading

Poema

decifra-me

Maio 29, 2015

tão transitória que não tenho porquê me preocupar tanto tão passageira que tenho que traçar objetiVos tão misteriosa que tenho que admirar! tão intrigante que trago mil perguntas tão comunitária que tenho que deixar o individualismo tão insustentável que tenho que tornar sustentável tão cheia de possibilidades que tenho que escolher algumas tão cheia de significado que tenho que decIfrá-los! tão cheia de amores frios que tenho que aquecê-los tão cheia de sonhos perdidos que tenho que encontrar tão triste…

Continue Reading

Poema

Dualidade

Maio 27, 2015

Ser e não ser Querer e não querer Fazer e não fazer Amar e não amar Encontrar e não encontrar Decidir e não decidir Dualidade eterna Pois até na morte há de morrermos e não!  …

Continue Reading

escre(VENDO) Poema

Ei, amor

Maio 15, 2015

Ei amor, acorda Sai de trás dessa cortina e vai ver o céu azul lá fora Bota logo o seu chinelo, vai comprar o pão E me traz um pouco do canto dos pássaros Vai e volta logo Vem com teus beijos conversar comigo E com teu abraço dizer tudo o que ficou calado Ei amor, acorda Sai desse poço escuro Me conta dos teus dias mais alegres E faça-te lembrar dos sonhos doces de outubro Vamos matar toda essa…

Continue Reading