escre(VENDO) Insights

Sobre encaixotar coisas, sobre a saudade e sobre viver no agora!

outubro 5, 2017

As mudanças sempre são momentos importantes na vida, trazem a gente pra reflexão, trazem a gente pra perto das caixas das lembranças, de cada coisinha que a gente tem em casa e que precisa encaixotar. Quantas coisas a gente quer jogar fora e outras tantas que queremos levar que quase não cabem nas caixas, não é? Dá uma certa nostalgia e faz a gente lembrar da última mudança, no caso, minha última mudança foi saindo da casa dos meus pais, eu tava tão feliz, energizada para algo novo e tinha pouquinha coisa, vamos dizer que era somente um quarto pra empacotar e eu meio que saí de fininho, porque quando mudei meus pais estavam viajando, então acho que foi uma mudança até que tranquila, porque o que os olhos não veem o coração não sente. Mas na verdade sente sim! Quanta saudade eu sinto da casa dos meus pais.

Às vezes dá vontade de voltar no tempo lá pra aquele apartamento do segundo andar, com a sacada mais linda, com o cheirinho de café da manhã e o som da conversa dos meus velhos na cozinha enquanto eu acordava de mansinho, ou então das cantorias da minha mãe todo dia de manhã: ” vai dar tudo certoooo! “. E os domingos requentando a comida a noite depois do culto e assistindo Fantástico e dando risadas com o Silvio Santos. Aquelas caminhadas que a gente fazia na avenida principal, a mãe que nunca queria ir junto porque estava com dor no corpo, e o pai sempre querendo perder a barriga e eu que queria fazer o pai correr, coisa que nem eu aguentava direito, quando estávamos em forma, íamos até a Prefeitura de Santo André.
É! O tempo passa, camarada. E o que a gente tem pra viver é o AGORA, senão, toda vez o tempo passa e a gente fica com a sensação que poderia ter aproveitado mais, ter feito mais, ter amado mais e por aí vai a lista enorme que todo mundo tem engasgado na garganta.

(Eu quero falar especificamente sobre a mudança, mas o meu texto está insistindo em ir por outro caminho, então vou ceder e escrever.)

Tenho percebido que a vida é feita de ciclos, de fases e cada um tem essas fases de um jeito diferente, claro! Mas o que percebo é que não tem como voltar atrás, é tipo vídeo game quando você abre uma fase, já era, é sempre dali pra frente. Voltando ao assunto do AGORA! Eu tenho a impressão que realmente minha vida passou, e não passou como eu gostaria que tivesse passado. Gostaria de voltar pra tantos daqueles momentos e falar: dura um pouco mais, deixa eu viver de novo tudo isso, só que agora mais consciente? Por isso e outras, que eu decidi viver a vida e não ficar esperando, esperando os dias melhores que virão, esperando aquele dinheiro, esperando ter tempo pra fazer as coisas, esperando um novo amor, esperando os amigos de longe voltarem, esperando eu ser uma pessoa melhor. A vida acontece enquanto você espera e você nem se dá conta! Você provavelmente tem tudo o que precisa pra fazer do agora o melhor momento da sua vida, mas você fica apegado ao passado ou então quem sabe ao futuro. Não! Passado nem existe mais, muito menos o futuro. (Ou de repente tudo existe ao mesmo tempo, mas não vem ao caso).

O que eu tenho a dizer pra gente é: vivamos no AGORA, é aqui que tudo existe, é aqui que a gente pode fazer alguma coisa significativa. Enquanto você vive na espera, de repente você está com 80 anos e deixou de viver tudo o que a vida tinha pra você. Para de esperar, CHEGA. Vai pra cima da vida, você tem coisas lindas pra viver e outras não tão lindas, mas o agora está aqui, esperando ansiosamente pela sua atitude.

Decida!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply