Poema

decifra-me

Maio 29, 2015

tão transitória
que não tenho porquê me preocupar tanto
tão passageira
que tenho que traçar objetiVos
tão misteriosa
que tenho que admirar!
tão intrigante
que trago mil perguntas
tão comunitária
que tenho que deixar o individualismo
tão insustentável
que tenho que tornar sustentável
tão cheia de possibilidades
que tenho que escolher algumas
tão cheia de significado
que tenho que decIfrá-los!
tão cheia de amores frios
que tenho que aquecê-los
tão cheia de sonhos perdidos
que tenho que encontrar
tão triste
que tenho que levar alegria
tão alegre
que tenho que compartilhar
tão fragmentada
que tenho que juntar os pedaços
tão bela
que tenho que reproDuzí-lA
tão minha, quanto sua!

dá uma olhada nos outros posts, aqui:

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply